Cusco sem dono – Maristela de Oliveira Moura

      Falando sobre cachorros, costumo dizer que não gosto enquanto meu olhar não encontrar com o deles. Não os crio, não os afago, mas trago comigo uma sina, algo que não consigo entender: eles gostam de mim!! Por incrível que pareça, sempre tenho algum por perto. E o último que apareceu está me desafiando dia-a-dia.
         

       Mais ou menos dois meses atrás ele apareceu em minha casa. Raça? Nem pensar. É preto  sujo, magro,arrepiado, feio, e se instalou no jardinzinho que tenho em frente. Não pediu licença, não se apresentou. Apenas me olhou e para o meu azar foi um olhar fulminante diretamente dentro de meus olhos. Simplesmente se achou. Não se ofereceu para rachar aluguel, água, luz, telefone, nada. Chegou e pronto.

         Pela manhã recorro às calçadas com um pano, pá e vassoura para limpar a sujeira deixada, pois já percebi que profissão ele tem: é catador de lixo. Mas não do lixo seco, vai mais fundo, ele gosta de lixo orgânico coletado à noite e trás para comer em casa. E durante o dia, se não está dormindo senta em frente ao portão garboso, como se esperasse por alguém.

       Por várias vezes tentei expulsá-lo, porém os vizinhos o colocaram para dentro e me avisaram: “coloquei teu cachorrinho pra dentro, ele estava esperando na calçada”… Ora bolas. Já o ofendi várias vezes, chamei de guaipeca, de cusco, ralhei feio, ,mandei embora, joguei chinelos,mas ele corre para o outro lado da rua e fica me olhando parecendo rir, finge que fareja alguma coisa e em uma distração, num passe de magia lá está, deitadão no meio de minhas flores novamente.

      Ele me tira a paciência, porém lembro rapidamente da poesia de Alcy Cheuiche sobre cachorros que diz: “ bicho não tem alma, eu sei bem. Mas será que o vivente tem?”  Pois é, e se ele tiver????? Uiuiui, nem quero pensar. Pelo sim ou pelo não esta semana resolvi dar um nome a ele, pois se o vivente tiver alma, vai precisar de um registro. O cusco que pensa que é gente hoje é o ADÃO. Sobrenome? Tem sim.  Ele será, a partir desta semana conhecido como Adão de Oliveira Moura. Não será meu, não será de ninguém. Não terá banho nas veterinárias, vacinas para verminoses, topinhos na cabeça, roupinhas de inverno. Assim será o ADÃO, um vira-lata assumido, porque assim que ele é feliz.
 
 
                                  Notícias do cusco
 
           No ano que passou recebi a visita inesperada de um cão sem dono que se hospedou em minha casa por alguns meses.
  Como os “cachófilos”, (termo dado por mim para designar pessoas que adoram cães) querem notícias do Adão, meu cão por insistência, vou contar o que aconteceu:

    – O Adão esteve em minha casa por uns quatro meses, não entendi até hoje por que fui escolhida. Bebeu, comeu, me espionou a vontade e pasmem: partiu!!
   Quando eu já estava acostumada com ele, até achando falta, ele arrumou uma namorada e se mandou. Junto a ela caiu na sbórnia.
  Dia desses encontrei o safado junto aos restaurantes da Praça da Matriz. Também frequenta a Feira do Produtor. Está forte, até mais bonito. Me olhou com aquela cara de cachorro safado, pareceu sorrir e correu pro abraço.

  É um animal festeiro daqueles que não quer morada fixa. Ele é da vida e sabe viver como se fosse humano daqueles bem festeiro. Agora com namorada então, é só sbórnia (farra, noitada, boemia etc…)

loading...

26 Comentários

  1. João Inácio Bieger

    É a arte de escrever!!! De um fato tão corriqueira, produzir um texto tão agradável de ler e de emocionar. Vindo da minha mestra Professora e Dra. Maristela, não me surpreende. Ela só qualifica o Guia São Luiz. Um grande abraço!!!

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  2. Adorei os teus textos, Maristela.
    Que bom que estás no guia, pois assim posso matar a saudade lendo-os.
    Abração.

    Vote! Thumb up 1 Thumb down 0

  3. Parabéns Maristela, ótimos textos, esse adão faz lembrar de mim mesmo quando era jovem…ha ha ha.

    Vote! Thumb up 1 Thumb down 0

  4. Eu acho que era o “Adão” e a “namorada” que deram uma voltinha na terçaneja com o carro do Procon, afinal, cachorro também é gente, como dizia o Rogério Magri, ex-ministro do Trabalho…hehe

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  5. Rosane(Mutty) Knierim Adorno

    parabéns,édson,praticas o bem,e isso só lhe retorna em coisas boas!!!!!
    e,décio,concordo novamente contigo,sei dessas e de outras espécies que agem assim mesmo,mas animais não possuem o raciocinio avançado que possuimos..
    já foi provado cientificamente que animais são capazes de pensar,identificar palavras e até comunicar-se com humanos,mas claro que o intelecto deles é bem menor em relação a espécie humana,eles agem praticamente por instinto,então tudo que mencionaste acerca os animais são consequencias de instintos..
    já nós,humanos,somos considerados seres racionais,plenamente cientes do que é certo e errado,então matamos,roubamos,estupramos,difamamos,mentimos,etc..etc..plenamente concientes de estar-mos cometendo erros,e mesmo assim o fizemos,essa é nossa diferença para com os animais..a nossa maldade,nua e crua,sem desculpas ou argumentos para tal..

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 2

  6. Estou na área (novamente), se derrubar é pênalti.

    Ter um bicho de estimação gera uma grande responsabilidade (Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas – Pequeno Príncipe).

    Bichos de estimação, nunca os tinha tido.

    Até que, há 4 anos, encontrei na frente de casa, dentro de uma caixa de papelão, um ser choramingando.

    Constatei, após minucioso exame, tratar-se de uma cadelinha de uns dois meses de vida e que, embora debilitada, ainda sustentava inúmeras pulgas e vermes vorazes.

    Fiquei apreensivo, pois, na hora, percebi a responsabilidade que tinha em mãos.

    Levei-a a uma clínica veterinária e disse à atendente: “Faça tudo o que for possível e necessário para o bem-estar dela”.

    Quando voltei para buscá-la, qual não foi a minha surpresa, ela estava bonita, cheirosa, um mimo. Tinha “virado gente”.

    Está comigo até hoje, solta no pátio fechado e comendo ração de primeira. Quando me perguntam a raça (ela é bem exótica), costumo dizer que ela tem “umas sete, mais ou menos”.

    Há um ano descobri que ela tem uma doença rara e grave: LUPUS.

    Estamos lutando, vamos vencer mais essa.

    Ela é guerreira e irresponsabilidade é um dos poucos defeitos que não tenho.

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  7. Rosane, concordo com todos os pontos levantados por ti, menos um:
    “os humanos racionais matam os da própria espécie,estupram seus filhotes,jogam seu filhotes de prédios ou em lixões,poluem rios,queimam florestas,roubam,etc..etc..”
    A discordância está na percepação minha de que muitos animais (aliás, o homem é uma animal) também fazem isso, não sendo possível “romnatizar” o mundo animal. É comum os “gatões”, por exemplo, comerem os filhotes (seus ou de outros gatos) para liberar a gata mais cedo para “reinar”. Esse comportamento também é visto em outras espécies, como porcos. Tem a famosa viúva-negra, que mata o macho depois da cópula (se a moda pega!). Parece-me que no reino das abelhas também é assim…

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  8. Rosane(Mutty) Knierim Adorno

    décio..
    apenas segui aqui a idéia exposta pela maristela com palavras como “namorada” pois assim foi escrito o texto..
    mas sou bem conciente que animais agem por instinto,acasalando assim sem nada de muito romântico nisso..
    e concordo inteiramente contigo quanto a que o ideal seria que os animais não tivessem contato algum com os humanos,que pudessem ter o direito de viver em seu habitat natural sem serem maltratados,usados e comidos pelos humanos..
    mas infelizmente a realidade não só é essa como é bem ao contrário,os animais são usados,maltratados e mortos pelos humanos ditos racionais e assim “pensantes”..
    aí usam argumentos como “eles não tem alma”..mas p/mim como afirmei antes e torno a afirmar,isso não importa,sei que sentem frio,fome,dor,medo e por isso os defendo e protejo sim..
    e,passarinho em gaiolas,peixes em aquários,animais em circo,etc..etc.. me dão profunda,mas profunda tristeza tanto pelos animais presos sem culpa de nada quanto dos humanos que os prendem que parecem que não tem sentimentos..
    animais silvestres devem serem livres,sim..
    e os domesticados,como cães e gatos devem ser criados soltos,mas em pátios fechados e espaçosos..devem ter as vacinas em dia,comida,água,carinho,atenção..
    e quando doentes devem ser levados imediatamente a um veterinário para ser medicado..
    tudo que viola esses cuidados caracteriza-se maus tratos,e é crime previsto na legislação..
    por isso que me prontifiquei para recolher e vacinar o adão e sua “namorada”,não para servirem de capricho p/humanos,nem como brinquedo ou alarme,como muitos utilizam os animais..e sim para servirem como companhia,tendo assim cuidados e afetos por parte dos humanos..

    e quanto a “humanizar” os animais,não faria isso não,seria menosprezar seres tão dóceis,fiéis e amorosos..
    os humanos racionais matam os da própria espécie,estupram seus filhotes,jogam seu filhotes de prédios ou em lixões,poluem rios,queimam florestas,roubam,etc..etc..
    não vejo como os animais poderiam se “humanizar”…de jeito nenhum..e por isso os protejo e os amo..

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 1

  9. Tudo certinho! Só teve um deslize não devia ter colocado o nome de Adão. Porque todo Adão quer uma Eva com ou sem maçã.

    Vote! Thumb up 1 Thumb down 0

  10. Impressionante o comportamento humano. Incluo-me nessa crítica. Temos a tendência de “humanizar” os animais, como se isso fosse bom para eles.
    Por isso é comum frases como “(…) pois lugar de animal não é nas ruas (…)” ou “(…) e a namorada do adão (o cão)”.
    Na verdade, o lugar dos animais é na natureza, livres do jugo humano. O homem domesticou alguns bichos, destinando a serem seus “bibelôs”, caso de muitos cachorros e gatos.
    Essa tentativa romântica de dar forma humana aos animais faz com que, pela transferência, criemos a imagem de que, por exemplo, os cães tenham a mesma sociabilidade que seus donos. Por isso se crê que um cão possa namorar uma cadela (ou vice versa), quando na verdade há uma atuação instintiva, de cuidado com a perpetuação da espécie.
    Minha “utopia” em relação aos animais: que não fossem maltratados e tivessem o direito de viver na natureza, no seu habitat natural (que deveria ser preservado), sem as amarras da escravidão impostas pelo homem, que mesmo quando diz “cuidar”, esta na verdade exercitando um capricho pessoal (que se exteriorizar através do pobre animal) e tem seu “animalzinho de estimação” como um mero capricho pessoal.
    Um passarinho na gaiola por até ser “bem cuidado”, ter uma vida longa e sem doenças. Mas não é um animal feliz, liberto.

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  11. Muito, muito legal o texto. A união de seu talento com o excelente trabalho do guiasãoluiz, só poderia ser um sucesso.Parabéns!

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  12. Parabéns Maristela pelo texto, muito bem elaborado e passando uma linda mensagem…Sorte do Adão em encontrá-la…por certo está mais feliz agora, gozando de boa saúde e tendo comida…o q ele vai querer mais, só vc pode saber…

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  13. Melhor que o texto foi o fato de voltar a publicá-los. Eles são muito bons para ficarem engavetados. Sou suspeita para falar mas, como já sabes, adoro ler o que escreves. Parabéns ao Guia São Luiz pela idéia. Os talentos estão aí para serem divulgados.

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  14. Rosane(Mutty) Knierim Adorno

    “Não me importa saber se um animal é capaz de pensar,se tem alma ou não,sei que é capaz de sofrer e por isso o considero meu próximo.”(Dr.Albert Schweitzer-Prêmio Nobel da Paz em 1952)

    não sou só “cachófila”,como amo e respeito todo tipo de animal,de formiga a elefante..kskksksksk

    gostaria muito de recolher o adão e sua namorada,para poder vaciná-los,desvermizá-los,limpá-los de pulgas e carrapatos(pois animais de rua sempre tem) e poder assim arrumar uma familia que os amem,cuidem e os adotem..
    pois lugar de animal não é nas ruas..e a namorada do adão breve estará com uma ninhada de filhotes abandonados a própria sorte e morrendo a mingua de fome,sede e doenças..
    assim como a maristela mostrou boa vontade e cuidou do adão,tem muitas pessoas que ao contrário,quando vêem um animal de rua,batem,espancam,quando não os envenenam para assim “livrar-se do problema”..
    então,se alguém souber do paradeiro do adão e de sua namorada,entre em contato pelo meu email: mutty2@hotmail.com

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  15. Parabéns !!!
    Os cães ‘falam’ com o rabo e as orelhas. Bom que compreendeste que, assim, Adão é feliz.
    Nossa centenária Dadi, além de sua agradável companhia, é de uma fidelidade incrível e, como é verdadeira.
    Abração,

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  16. Que bom que estás no guia Maris. Gostei do texto.
    Sucesso.

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  17. Legal Maristela. Achei um amor o texto, li p/ o pessoal daqui. Tbém resisti por muito tempo aos cães. Mas agora fui pega de vez pelo olhar de um deles, haha.

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  18. Que bom ler novamente teus artigos Maristela. Adorei.És uma ótima aquisição do nosso adorável guiasaoluiz. Adorei também o Adão. Mas que cusco sem-vergonha…

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  19. Temos de vacinar esse Adão, para o seu próprio bem.

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  20. Que bom ler novamente teus artigos Maristela. Adorei.És uma ótima aquisição do nosso adorável guiasaoluiz. Adorei também o Adão. Mas que cusco sem-vergonha…

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  21. Relato interessante. Parece ser de família,pois aqui acontece o mesmo e o nome da criatura é Sacarrolha. Animal mais simpático do bairro da Gruta.

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  22. A folga do Adão!!!!hehehehe

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  23. Parabéns pelo texto Maristela. Já estava com saudades. Adorei o Adão, como “cachófila” vou tentar encontrá-lo.

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  24. Parabéns Maristela.
    Gostei deste relato.
    Merece destaque, pela simplicidade e objetividade do assunto e muito envolvente e realista.

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  25. ADOREI O TEXTO!!!!!!!!!

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

  26. Charles Bakalarczyk

    Mas esse Adão é muito folgado!

    Vote! Thumb up 0 Thumb down 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>