Bancários da Caixa entram em greve em São Luiz Gonzaga

Nove dos 16 funcionários da agência da Caixa Econômica Federal de São Luiz Gonzaga aderiram à greve dos bancários deflagrada em todo o território nacional na manhã desta quinta-feira (19)

.
Em greve, funcionários ficaram do lado de fora da agência

A paralisação foi orientada pelo Comando Nacional dos Bancários após a realização de assembleias em diversas cidades onde foi discutida a proposta de aumento salarial de 6,1%, oferecida pela Federação Nacional dos Bancos (FENABAN). Os bancários pedem um aumento salarial de 11,93%, participação nos lucros e resultados (PLR), fim das metas abusivas e das demissões, além de mais contratação e investimento em segurança.

Em nível municipal, a principal reivindicação dos grevistas é a contratação de novos funcionários. De acordo com o relato dos bancários, a agência do município conta com 16 servidores para o atendimento da população de nove municípios da microrregião. Além disso, os bancários alegam que a Caixa Econômica Federal é responsável pelo pagamento de todos os benefícios e programas oferecidos pelo Governo Federal e garantem que o atual número de funcionários está aquém do necessário para o bom andamento dos serviços prestados à comunidade.

Durante a paralisação, as transações bancárias estarão disponíveis pela internet, pelo auto-atendimento nos caixas eletrônicos e pelas casas lotéricas da Caixa.

Na próxima segunda-feira (23), uma nova assembleia será realizada no Sindicato dos Bancários para realizar uma avaliação da greve que não tem data prevista para terminar.

7 Comentários

  1. alessandra santiago rocha

    Acredito no direito de todos de expressarem sua opinião, mas para expressá-la com propriedade seria preciso conhecimento real dos fatos. Algum de vocês tem a ideia do que é trabalhar durante 6, 7 horas na rua enfrentando chuva, frio, calor extremo- caso do dos carteiros, todos os dias? Além disso ter que inúmeras vezes realizar mais a parte do colega que falta pela não contratação de efetivo ou por doenças decorrentes da sobrecarga de trabalho? Pense nisso e depois expresse sua opinião.

  2. É Marcelo, muitos gostariam de estar no lugar mas não estão e olha que tem concurso de 2 em 2 anos. Se não estão é porque não passaram ou não fizeram o concurso e dai alguns ficam criticando os outros.

  3. Enquanto tem uns reclamando e fazendo greve outros fariam de tudo para estar no lugar deles… isso vale pros correios também…

  4. To de Olho, você acha que se recebe um pouco acima da média, tem de ficar sempre bem contente? Queria ver você nessa condição, pois se ganhar mais que a miséria do mínimo é ganhar muito, então não entendo mais nada. Tem que criticar é aqueles que mamam nas tetas municipais, estaduais ou federais, e não precisam nem comparecer no “EMPREGO” se não quiserem, pois irão ter o “SALÁRIO” na conta do mesmo jeito. Isso sim é que é errado e não você reivindicar o que acha que merece por trabalhar várias horas por dia. Isso também serve para os funcionários dos Correios, na mesma situação.

  5. To de Olho, desculpe, mas seu comentário é preconceituoso. A lei garante direito de greve a todos. Bancário já não ganha bem como alguns anos atrás. Um vendedor de loja com comissão de vendas muitas vezes ganha muito mais. O salário liquido de um bancário que não é comissionado (gerente ou FG) é R$1.500,00. Em São Luiz se vive mas em cidade grande não. Além de se ganhar pouco, a profissão exige que se esteja sempre bem arrumado, indo parte do salário para vestuário. Muitos não procuram outro emprego pois é o que sabem fazer e continuando nesta profissão tem que lutar por melhorias. A maioria critica os bancários mas não reclama dos R$6.000,00 de salários de nossos vereadores e da fortuna que recebem os deputados e estes na sua maioria quase nem trabalham. Se for analisar o panorama nacional, os Bancos lucram muito, e esta fatia poderia ser melhor dividida. Que bom se todas as classe pudessem ganhar salários condizentes com suas necessidades. Parabéns a coragem dos funcionários da CEF.

  6. Não precisa gritar.

  7. ENGRAÇADO. VIVEM DE GREVE, RECEBEM SALARIOS ACIMA DA MÉDIA, ALÉM DISSO, RECEBEM 14 SALÁRIOS POR ANO, ASSISTENCIA MÉDICA EXTENSIVA AOS DEPENDENTES.
    COM ESTAS GREVES SÓ PREJUDICAM A POPULAÇÃO, SEI QUE UMA LEI POLITIQUEIRA OS PROTEGE, MAS SE VERDADEIRAMENTE ESTIVESSEM DESCONTENTES, DEVERIAM PEDIR DEMISSÃO DO EMPREGO E ENCONTRAR OUTRO QUE LHES OFEREÇA MELHORES CONDIÇÕES. SE ESTIVESSEM EMREGADOS NA INICIATIVA PRIVADA, GARANTO QUE JAMAIS PARTICIPARIAM DE UM MOVIMENTO DESTA NATUREZA JÁ QUE SERIAM DEMITIDOS DE SEUS EMPREGOS.
    GREVE É SÓ PARA FUNCIONÁRIO PÚBLICO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *