Casal é preso pelo estupro da filha de 11 anos

Conforme delegada, mulher de 36 anos presenciava os estupros da filha e depois mantinha relações com o homem|Foto:Reprodução

Um casal foi preso pelo estupro da própria filha de 11 anos em Estrela Velha, na Região Central do Rio Grande do Sul. Conforme a delegada Graciela Lourdes Forest, a mulher de 36 anos presenciava os estupros da menina e, logo após, mantinha relações sexuais com o homem de 35 anos.
A menina foi encaminhada para perícia psicológica e física, e já foi retirada do convívio familiar.
“[Em uma das situações] o homem estuprou a filha na sala e foi manter relações sexuais com a mulher no quarto”, conta ao G1 a delegada.
O caso veio à tona após uma denúncia pelo ‘Disque 100’. Em seguida, o Conselho Tutelar levou o registro até a polícia, que intimou os dois. “A menina confirmou estupros, com todos os detalhes”, acrescenta.
Na quarta-feira (12), os dois prestavam depoimento na delegacia de Arroio do Tigre, quando a Justiça decretou a prisão preventiva deles. Em seguida, os dois foram encaminhados para o Presídio de Sobradinho.
O homem já havia cumprido pena pelo estupro da filha. Entretanto, voltou a conviver com a esposa, quando os dois retomaram os abusos à filha. O homem também tinha estuprado outras duas adolescentes, conforme a polícia.

Fonte:G1

loading...

3 Comentários

  1. O cara com tudo oq fez e ainda solto retornando convivência com a filha.
    Afinal quem foi omisso e não teve o minimo de profissionalismo mantendo solto esse elemento?
    Foi a lei ou quem aplicou a lei, o responsável pelo retorno desse elemento, oq resultou no cometimento do mesmo delito?
    É mais um crime na estatística da segurança pública. Será que é problema de segurança pública, pois já havia sido preso e foi dado o direito a voltar e condições de repetir o delito.

  2. Mas gostou de ser estrupado na cadeia também , esse nojento só pena de morte mesmo !!!

  3. Pena de morte pra um lixo desses para que sirva de exempio a outros que queiram fazer o mesmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *